Descoberta de Nova Espécie de Cobra Gigante na Amazônia Surpreende Cientistas

Compartilhe com seus amigos!

Cobra Gigante na Amazônia – Uma expedição internacional, composta por cientistas de nove países, revelou a existência de uma nova espécie de sucuri, denominada Eunectes akayima, ou anaconda verde do norte. Anteriormente, acreditava-se que existia apenas uma espécie de anaconda verde. A descoberta foi divulgada após uma expedição na Floresta Amazônica equatoriana em 2022, liderada pelo professor Bryan G. Fry da Universidade de Queensland.

Descoberta de Nova Espécie de Cobra Gigante na Amazônia Surpreende Cientistas
Foto de David Jdt na Unsplash

Diferenciação Genética

A nova espécie, embora similar em aparência à já conhecida Eunectes murinus, apresenta uma diferenciação genética significativa de 5,5%. Para comparação, a diferença genética entre humanos e chimpanzés é de apenas 2%. Isso demonstra uma evolução independente de quase 10 milhões de anos entre as duas espécies.

Importância Ecológica

As anacondas são predadores de topo e desempenham um papel crucial na manutenção dos ecossistemas. Sua presença indica água limpa e uma fauna diversificada. Além disso, elas influenciam toda a cadeia alimentar, desde suas presas diretas até outras espécies que modificam seu comportamento para evitá-las.

Cobra Gigante na Amazônia

Características Físicas

Eunectes akayima é uma cobra não venenosa, que pode atingir mais de sete metros de comprimento e pesar mais de 250 kg. Adaptada tanto à vida aquática quanto terrestre, possui olhos e narinas no topo da cabeça, facilitando a caça em ambientes aquáticos.

Distribuição Geográfica

A anaconda verde do norte habita a Floresta Amazônica do Equador, Guiana, Guiana Francesa, Venezuela, Suriname, Colômbia e Trinidad. Já a espécie anteriormente conhecida, Eunectes murinus, é encontrada no Peru, Bolívia, Guiana Francesa e Brasil.

Conservação e Impacto Ambiental – Cobra Gigante na Amazônia

A descoberta destaca a necessidade de estratégias de conservação personalizadas para cada espécie. Populações saudáveis de anacondas indicam ecossistemas vibrantes, enquanto uma diminuição nos números pode sinalizar problemas ambientais. A pesquisa enfatiza a importância de preservar esses répteis para manter o equilíbrio ecológico da Amazônia.

Pesquisa e Coleta de Dados

A pesquisa, que durou quase duas décadas, envolveu a coleta de tecidos e sangue das serpentes, além da análise de seus habitats e padrões climáticos. As condições adversas enfrentadas pelos pesquisadores incluem calor intenso e enxames de insetos, ressaltando a dedicação necessária para obter esses dados valiosos.

Descoberta da Nova Espécie de Sucuri: Eunectes akayima

A identificação da Eunectes akayima como uma nova espécie reitera a complexidade da biodiversidade amazônica e a urgência de ações para sua conservação. A pesquisa também serve como um alerta para a necessidade de entender melhor as espécies existentes para protegê-las eficazmente contra ameaças como desmatamento, mudanças climáticas e poluição.

Referência da notícia:
Rivas, J.A. et al. Desvendando as Anacondas: Revelando uma Nova Espécie Verde e Repensando as Amarelas. Diversity 2024, 16, 127.

Descobrindo a Praia de Guanabara em Anchieta no Espírito Santo

Compartilhe com seus amigos!