Nova bateria de metal de lítio carrega em minutos e oferece 6.000 ciclos

Compartilhe com seus amigos!

Nova bateria de metal de lítio carrega em minutos e oferece 6.000 ciclos

Introdução: Um Salto Tecnológico em Baterias
Na vanguarda da tecnologia móvel, uma inovação significativa surge da Harvard John A. Paulson School of Engineering and Applied Sciences (SEAS). Pesquisadores liderados pelo professor associado Xin Li publicaram na revista Nature Materials um estudo que promete transformar o futuro das baterias para dispositivos móveis e veículos elétricos. A pesquisa foca no desenvolvimento de baterias de estado sólido com ânodo de metal de lítio, um avanço que pode aumentar dez vezes a capacidade em comparação com os ânodos de grafite comerciais.

Desafios Superados: O Problema dos Dendritos
Um dos principais obstáculos no design de baterias de lítio metal é a formação de dendritos. Estas estruturas, semelhantes a raízes, crescem na superfície do ânodo e penetram no eletrólito, podendo causar curto-circuito ou incêndios. A equipe de Li abordou esse problema com uma abordagem inovadora, utilizando partículas de silício de tamanho micrométrico no ânodo. Este método constringe a reação de litiação, promovendo uma camada homogênea e densa de lítio metal, prevenindo a formação de dendritos.

Inovação no Design: A Estrutura Multicamadas – bateria de metal de lítio


Em 2021, a equipe de Li já havia proposto uma solução para o problema dos dendritos com um design de bateria multicamadas, que combinava diferentes materiais para controlar e conter o crescimento dos dendritos. Esta abordagem pioneira foi aprimorada com a nova pesquisa, focando em uma distribuição homogênea de corrente para evitar a formação de dendritos e garantir maior segurança e eficiência.

Capacidade e Velocidade: Um Novo Patamar para Baterias
A pesquisa demonstra um aumento impressionante na capacidade e na velocidade de recarga das baterias. A nova bateria de lítio metal pode ser recarregada em cerca de 10 minutos, mantendo 80% de sua capacidade mesmo após 6.000 ciclos de carga e descarga. Este desempenho supera significativamente as baterias de célula pouch disponíveis no mercado.

Aplicação e Futuro: Do Laboratório para o Mundo Real
A tecnologia desenvolvida na Harvard SEAS foi licenciada pela Harvard Office of Technology Development para a Adden Energy, uma empresa derivada da universidade. A Adden Energy já escalou a tecnologia para criar uma bateria de célula pouch do tamanho de um smartphone, demonstrando o potencial de aplicação em larga escala.

Conclusão: Impulsionando a Eletrificação Sustentável
O impacto potencial dessa tecnologia é vasto. Além de melhorar significativamente a autonomia de dispositivos móveis e veículos elétricos, a inovação também aborda desafios críticos relacionados à segurança e eficiência. Com a possibilidade de reciclar mais eficientemente o lítio no futuro, essa tecnologia poderia ser um passo crucial para um futuro mais sustentável e conectado.

fonte:

“Revolução no Gaming: Nvidia Lança Novos Super GPUs RTX 4080 na CES 2024”

Compartilhe com seus amigos!