Jogo do Tigrinho e o influenciador Eduardo Felipe Campelo

Compartilhe com seus amigos!

Jogo do Tigrinho – Eduardo Felipe Campelo, um influenciador digital de 30 anos, entrou na lista de procurados da Interpol após ser investigado por enriquecimento ilícito e lavagem de dinheiro relacionados ao “Jogo do Tigrinho”, um cassino online ilegal no Brasil.

Eduardo, que possui mais de 100 mil seguidores, teria movimentado cerca de R$ 8,5 milhões com o jogo e leva uma vida de luxo.

Jogo do Tigrinho e o influenciador Eduardo Felipe Campelo
Jogo do Tigrinho e o influenciador Eduardo Felipe Campelo 2

Atualmente em Dubai, ele continua a promover o jogo de azar, mesmo após ordem judicial para cessar essas atividades. A Polícia Civil do Paraná monitora suas redes sociais e confirma que Eduardo está nos Emirados Árabes desde abril.

Caso seja preso, ele será extraditado para o Brasil e responderá por crimes de associação criminosa, lavagem de dinheiro, crime contra a economia popular, exploração de jogo de azar e exploração de loteria não autorizada.

Outros dois influenciadores, amigos de Eduardo, já foram presos em uma operação realizada em 13 de maio. Segundo a polícia, os três formam uma organização criminosa.

Eduardo, natural de Colombo, na Região Metropolitana de Curitiba, continua compartilhando sua rotina de ostentação em Dubai, com visitas a pontos turísticos de luxo e passeios extravagantes.

O “Jogo do Tigrinho” é descrito pela polícia como um caça-níquel online, onde os usuários baixam um aplicativo, se cadastram e começam a apostar.

Através de vídeos que mostram supostas vitórias frequentes, os suspeitos atraíam mais jogadores, porém, a polícia afirma que esses vídeos eram encenações.

Jogo do Tigrinho: Falso Ganho Rápido Encobre Perigo Real para Seus Dados!

O “Jogo do Tigrinho”, também conhecido como “Fortune Tiger”, é uma plataforma de apostas online que promete altos ganhos, mas é proibida por lei no Brasil.

A publicidade deste jogo é frequentemente encontrada em redes sociais e divulgada por influenciadores digitais, apesar de ser ilegal. Além de prometer ganhos fáceis, golpistas utilizam links maliciosos para roubar dados pessoais dos jogadores.

O jogo funciona como um cassino online, onde os jogadores precisam combinar três figuras iguais nas fileiras da tela para ganhar.

A fama do “Jogo do Tigrinho” aumentou devido à promoção intensa de influenciadores e supostos jogadores que compartilham estratégias de vitória. No entanto, a ilusão de “dinheiro fácil” é uma armadilha, já que o jogo é projetado para que a “banca” sempre saia ganhando, forçando os jogadores a gastar mais dinheiro na esperança de ganhar.

Alguns especialistas em segurança da informação, alerta que golpistas também vendem a ideia do jogo como um investimento lucrativo. Influenciadores que divulgam a plataforma recebem por essas promoções, mas podem ser vítimas de golpes também.

Criminosos invadem perfis populares e utilizam a confiança do público para distribuir links maliciosos, uma tática conhecida como “phishing”. Muitos influenciadores ostentam uma vida de luxo, atraindo pessoas que acreditam que podem alcançar o mesmo sucesso financeiro ao apostar no jogo.

Golpistas também utilizam versões de demonstração (“demo”) do jogo para enganar os usuários, fazendo-os acreditar que as apostas são frequentemente bem-sucedidas.

No entanto, após o período de teste, quando o usuário começa a apostar dinheiro real, a “banca” tende a ganhar na maioria das vezes, mantendo o jogador iludido e continuando a gastar dinheiro.

Sri Lanka: Paraíso Tropical Desvendado pelos Brasileiros em 2024

Compartilhe com seus amigos!