Home » Tudo sobre Viagens » TRAVEL » As Melhores trilhas em São Paulo e Rio de Janeiro

As Melhores trilhas em São Paulo e Rio de Janeiro

Compartilhe com seus amigos!

Guia de Viagem: As Melhores trilhas em São Paulo e Rio de Janeiro

Você gosta de natureza, aventura e paisagens incríveis? Então você precisa conhecer as melhores trilhas em São Paulo e Rio de Janeiro, dois estados que oferecem opções para todos os gostos e níveis de dificuldade. Neste post, vamos te apresentar nove trilhas imperdíveis que vão te surpreender com a beleza e a diversidade da Mata Atlântica. Vamos lá?

As Melhores trilhas em Sao Paulo e Rio de Janeiro
As Melhores trilhas em São Paulo e Rio de Janeiro 8

Trilhas em São Paulo

1. Pedra da Macela – Cunha

Na divisa entre São Paulo e Rio de Janeiro, a Pedra da Macela fica a 1840 m de altitude, numa trilha de cerca de 2h30. Em dias limpos, é possível ver toda a baía de Paraty, Angra dos Reis e Ilha Grande, além das montanhas e mata Atlântica preservada pelo Parque Estadual da Serra do Mar. A trilha é feita por uma estrada de terra que sai do km 66 da Rodovia SP-171. O acesso é controlado por um portão que abre às 7h e fecha às 17h. É recomendável chegar cedo para garantir a entrada e aproveitar o nascer do sol no topo da pedra.

2. Pedra do Baú – São Bento do Sapucaí

A Pedra do Baú é um dos cartões-postais da Serra da Mantiqueira, com seus 1950 m de altitude e uma vista panorâmica de tirar o fôlego. A trilha para chegar até ela tem cerca de 5 km (ida e volta) e exige um bom preparo físico, pois há trechos íngremes e com pedras soltas. O último trecho é feito por uma escada metálica com 600 degraus, que requer cuidado e equipamento de segurança. A trilha começa na base da pedra, que fica a 17 km do centro de São Bento do Sapucaí. É possível contratar um guia ou ir por conta própria, mas sempre respeitando as normas do parque e a capacidade de carga do local.

3. Trilha das Sete Praias – Ubatuba

Ubatuba é famosa por suas praias paradisíacas, mas você sabia que pode conhecer sete delas em uma única trilha? A Trilha das Sete Praias tem cerca de 10 km de extensão e passa pelas praias da Lagoinha, Oeste, Peres, Bonete, Grande do Bonete, Deserta e Cedro. A trilha é considerada fácil a moderada, com alguns trechos mais íngremes e escorregadios. O percurso pode ser feito em um dia ou dividido em dois, com pernoite em uma das praias. A trilha começa na praia da Lagoinha, que fica a 28 km do centro de Ubatuba, e termina na praia do Cedro, onde há uma vila de pescadores e um restaurante.

Trilhas no Rio de Janeiro

4. Pedra da Gávea – Rio de Janeiro

A Pedra da Gávea é uma das trilhas mais desafiadoras e recompensadoras da cidade do Rio de Janeiro. Com seus 844 m de altitude, ela proporciona uma vista espetacular das praias da Zona Sul, da Barra da Tijuca, da Floresta da Tijuca e das montanhas ao redor. A trilha tem cerca de 3 km (ida) e leva entre 2h30 e 3h para ser concluída. O nível de dificuldade é alto, pois há trechos íngremes, com pedras, raízes e lama. O ponto mais crítico é o chamado “carrasqueira”, uma parede de rocha de 30 m que exige escalada. É recomendável fazer a trilha com um guia ou com alguém experiente, além de levar água, lanche, protetor solar e repelente.

5. Trilha do Pico do Pão de Açúcar – Rio de Janeiro

O Pico do Pão de Açúcar é um dos símbolos do Rio de Janeiro e pode ser alcançado por uma trilha que sai da Praia Vermelha, na Urca. A trilha tem cerca de 1,5 km (ida) e leva entre 1h e 1h30 para ser concluída. O nível de dificuldade é moderado, com alguns trechos de escalada e exposição ao sol. A vista do topo é incrível, abrangendo a Baía de Guanabara, o Cristo Redentor, o Morro da Urca e as praias da Zona Sul. É possível descer de bondinho gratuitamente ou voltar pela mesma trilha.

6. Trilha do Mirante do Caeté – Rio de Janeiro

O Mirante do Caeté fica na Área de Proteção Ambiental da Prainha, um local cercado por encostas cobertas pela Mata Atlântica. De lá é possível ver a praia da Macumba, a Pedra do Pontal, o Recreio dos Bandeirantes e a Barra da Tijuca. A trilha tem cerca de 1 km (ida) e leva entre 20 e 30 minutos para ser concluída. O nível de dificuldade é fácil, com um caminho bem definido e sinalizado. O mirante é bem exposto, por isso é preciso ter cuidado com os ventos fortes em determinadas épocas do ano. Aproveite a vista e depois desça para curtir a praia da Prainha, uma das mais bonitas e preservadas do Rio de Janeiro.

Dicas para fazer trilhas em São Paulo e Rio de Janeiro

  • Antes de fazer qualquer trilha, pesquise sobre o local, o nível de dificuldade, a distância, o tempo estimado e as condições climáticas.
  • Escolha uma trilha adequada ao seu condicionamento físico e experiência. Não se arrisque em trilhas que você não se sinta seguro ou preparado para fazer.
  • Use roupas e calçados confortáveis e adequados para a atividade. Prefira tecidos leves, respiráveis e que protejam do sol. Use tênis ou botas com solado antiderrapante e que estejam bem ajustados aos seus pés.
  • Leve uma mochila com água, lanche, protetor solar, repelente, boné ou chapéu, óculos escuros, kit de primeiros socorros, lanterna, capa de chuva e saco plástico para recolher seu lixo.
  • Faça a trilha em grupo e avise alguém sobre o seu roteiro e horário previsto de retorno. Se possível, contrate um guia ou vá com alguém que conheça bem o local.
  • Respeite a natureza e a cultura local. Não faça fogueiras, não alimente os animais, não colete plantas ou pedras, não faça barulho excessivo e não deixe marcas ou pichações nas trilhas.
  • Divirta-se e aproveite as paisagens maravilhosas que São Paulo e Rio de Janeiro têm a oferecer!

Esperamos que você tenha gostado deste guia de viagem sobre as melhores trilhas em São Paulo e Rio de Janeiro. Se você já fez alguma dessas trilhas ou tem outras dicas para compartilhar, deixe seu comentário abaixo. E se você gostou deste post, compartilhe com seus amigos nas redes sociais. Até a próxima!

Melhores Destinos América do Sul: Guia Completo para 2023



Compartilhe com seus amigos!